terça-feira, 12 de julho de 2016

Equipe do CEFET-MG faz visita de imersão à SINFO

Texto: Deborah Guerra


No período de 4 a 6 de julho, a SINFO recebeu colaboradores do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais - CEFET-MG para uma visita de imersão aos sistemas. Com Termo de Cooperação Técnica já firmado com a UFRN, a Instituição iniciou o processo de implantação do SIGAA, SIGRH e SIPAC com o objetivo de integrar suas atividades e otimizar os processos, já que os sistemas anteriormente utilizados ocasionavam uma separação entre a gestão das diversas áreas do Centro. "A gente sempre teve uma dicotomia entre o que é acadêmico e o que é administrativo. [...] Eu acho que os sistemas vão aproximar muito essas atividades. A nossa expectativa é que a gente consiga otimizar os processos a partir dessa integração", afirma Pedro Henrique Dias, Secretário Adjunto do Registro e Controle Acadêmico do CEFET-MG.

No que diz respeito ao processo de imersão, os visitantes elogiaram o atendimento, a atenção e a disponibilidade dos profissionais da SINFO que os receberam, em específico dos colaboradores Edmilson Júnior, Mychell Teixeira, Júlio César e Vielimir Silva. No entanto, destacaram alguns pontos do processo que, em suas opiniões, poderiam melhorar, como a documentação técnica dos sistemas e a programação das visitas. 

Para Cristiano Nunes, Analista de Sistemas do CEFET-MG, o cronograma e o roteiro do processo de imersão são pontos a serem aprimorados. "Uma coisa que poderia melhorar para as próximas reuniões desse tipo é que se tenha um roteiro, uma programação específica que a equipe que for fornecer esse treinamento às instituições cooperadas siga, de tal forma que sejam repassadas as informações básicas para que as próprias instituições façam a implantação dos sistemas", menciona.

quinta-feira, 7 de julho de 2016

SINFO disponibiliza versão 4.25.0 do SIGRH

Texto: Deborah Guerra

Ainda no fim do mês de maio, a SINFO disponibilizou para suas instituições parceiras uma nova versão do Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos - SIGRH. A versão trouxe aprimoramentos para os módulos de Capacitação, Comissões, Progressão, Assistência ao Servidor e Banco de Vagas.

Confira abaixo as principais modificações realizadas.

Módulo Capacitação

Para iniciar, a primeira tela da funcionalidade que permite a emissão do Relatório de Lacuna de Competências (acessada pelo caminho SIGRH -> Módulos -> Capacitação -> Declarações/Relatórios -> Levantamento de Necessidades de Capacitação -> LNC Gamificado -> Relatório de Lacunas de Competências), recebeu um novo filtro de busca (foi acrescentada a opção de buscar pela etapa de atitudes) e teve o campo "Ano" substituído pelo campo "Calendário", que permite que o usuário selecione o Levantamento de Necessidades de Capacitação - LNC que deseja utilizar como referência na emissão do relatório. Além disso, ainda na tela inicial da operação, foi adicionada uma legenda que permite verificar a importância ou o nível de domínio atribuído a cada valor informado no Levantamento, o que facilita o entendimento por parte do usuário. As modificações realizadas podem ser visualizadas na figura a seguir:


Além da tela de busca, o próprio Relatório de Lacuna de Competências também sofreu alterações, passando a exibir, na seção "Diferença entre a média da importância e do domínio", a coluna "Total de Respondentes":


Assim como o Relatório de Lacuna de Competências, o Relatório de Total de Respondentes x Total de Servidores, que pode ser acessado pelo caminho SIGRH -> Módulos -> Capacitação -> Declarações/Relatórios -> Levantamento de Necessidades de Capacitação -> LNC Gamificado -> Total de Respondentes, também teve o campo "Ano" substituído pelo campo "Calendário".

O Relatório de Avaliação de Reação (caminho: SIGRH -> Módulos -> Capacitação -> Declarações/Relatórios -> Relatórios - Avaliação das Capacitações -> Relatório de Avaliação de Reação), por sua vez, passou a exibir as críticas e sugestões apresentadas pelos servidores no momento do preenchimento do formulário de avaliação das capacitações realizadas pela Instituição. Seu formato, no entanto, permaneceu o mesmo.

Além das modificações mencionadas acima, o módulo também recebeu novas funcionalidades. A operação "Plano de Capacitação da Unidade", acessada pelo caminho SIGRH -> Módulos -> Portal do Servidor -> Chefia da Unidade -> Capacitação -> Plano de Capacitação da Unidade, foi criada para permitir que chefes de unidades da Instituição tenha uma visão geral das opções de atividades de capacitação escolhidas e/ou sugeridas pelos servidores no momento do preenchimento do LNC. A visão geral é apresentada pelo sistema no seguinte formato:


Para facilitar e incentivar a capacitação dos servidores da Instituição, o SIGRH recebeu, também, a operação que permite a emissão de um Relatório de Servidores por Lacuna de Competência. O Relatório, que pode ser emitido acessando o caminho SIGRH -> Módulos -> Capacitação -> Declarações/Relatórios -> Levantamento de Necessidades de Capacitação -> LNC Gamificado -> Relatório de Servidores por Lacuna, permite que gestores identifiquem os servidores que possuem lacuna em um determinado conhecimento, habilidade ou atitude, de forma que possam planejar ações para preencher a lacuna encontrada.


O Relatório de Atividades de Capacitação (acessível pelo caminho SIGRH -> Módulos -> Capacitação -> Declarações/Relatórios -> Levantamento de Necessidades de Capacitação -> LNC Gamificado -> Relatório de Atividades de Capacitação) e o Relatório de Cursos de Educação Formal (caminho: SIGRH -> Módulos -> Capacitação -> Declarações/Relatórios -> Levantamento de Necessidades de Capacitação -> LNC Gamificado -> Relatório de Cursos de Educação Formal), que também foram disponibilizados na nova versão do Sistema, permitem acompanhar, respectivamente, as atividades e os cursos de educação formal que foram sugeridos por servidores ao preencherem o LNC da Instituição. Ao utilizar as funcionalidades, uma tela semelhante à exibida a seguir será apresentada pelo sistema:

Módulo Comissões

No módulo de Comissões do SIGRH, as funcionalidades "Cadastrar Comissão" (SIGRH -> Módulos -> Comissões -> Comissões -> Comissão -> Cadastrar Comissão) e "Listar/Alterar Comissão" (SIGRH -> Módulos -> Comissões -> Comissões -> Comissão -> Listar/Alterar Comissão) foram modificadas para permitir a inserção de membros ocupantes do cargo "Vice-Presidente" nas comissões formadas na Instituição. Foram modificadas, também, as permissões de acesso dos suplentes e dos secretários das comissões às demais funcionalidades do Módulo. As alterações realizadas não modificaram a aparência das funcionalidades.

Progressão

Na funcionalidade de consulta de Processos Aguardando Acertos Financeiros, que pode ser acessada pelo caminho SIGRH -> Módulos -> Administração de Pessoal -> Financeiro -> Progressão Docente -> Processos Aguardando Acertos Financeiros, alguns dos campos presentes na página que exibe os detalhes de um determinado processo sofreram modificações: a sessão "Observações" passou a ser chamada de "Observações Financeiras" e o antigo campo "Observações" agora é denominado "Acertos Financeiros".


A operação de consulta de Processos Aguardando Publicação da Portaria (caminho: SIGRH -> Módulos -> Administração de Pessoal -> Cadastros -> Registros para o Servidor -> Progressão -> Progressão Docente -> Processos Aguardando Publicação da Portaria), por sua vez, sofreu ajustes que melhoraram seu fluxo, porém não alteraram sua aparência. Dentre as alterações realizadas, é possível destacar a integração e o uso dos dados presentes no Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas - SIGAA e a correção na contagem da vigência da portaria, bem como a incorporação, ao fluxo da operação, da necessidade de aguardar publicação da portaria no boletim de serviços da Instituição.

Módulo Assistência ao Servidor

No módulo de Assistência ao Servidor, a primeira funcionalidade a ser modificada foi a operação "Organizar Fila de Espera", localizada em SIGRH -> Módulos -> Assistência ao Servidor -> Consultas de Saúde -> Atendimento -> Organizar Fila de Espera. Para iniciar, quando um usuário registra que um paciente que estava na fila de espera já foi atendido, o sistema agora solicita a confirmação da operação. Caso o atendimento do paciente seja confirmado pelo usuário, seu nome permanece na tela (ao contrário do que acontecia anteriormente, quando ele era ocultado), porém passa a ser exibido em uma nova lista. Após a alteração da situação do paciente para "Atendido", seja na funcionalidade em questão ou por meio da operação "Atender Paciente", acessada pelo profissional de saúde da Instituição, seu status não pode mais ser modificado pelo usuário. A tela exibida abaixo apresenta a nova lista de pacientes atendidos:


Já a funcionalidade de "Agendar Consulta" (acessada pelo caminho SIGRH -> Módulos -> Assistência ao Servidor -> Consultas de Saúde -> Agendamento de Consulta de Saúde -> Agendar Consulta) foi modificada para permitir o agendamento de mais de uma consulta para um mesmo paciente, em um mesmo dia e turno, o que não era permitido anteriormente. Apesar de ser uma importante alteração, ela não representou modificação na aparência das telas da operação.

O caso de uso "Inserir Paciente na Fila de Espera" (SIGRH -> Módulos -> Assistência ao Servidor -> Consultas de Saúde -> Atendimento -> Inserir Paciente na Fila de Espera), por sua vez, teve sua tela de busca modificada: na nova versão do SIGRH, no lugar de buscar por um determinado paciente, o usuário pode procurar por um profissional da saúde específico ou por uma especialidade e visualizar toda a sua agenda do dia, como exibido na imagem a seguir. Para permitir a inserção, na fila de espera, de pacientes que não tiveram consultas agendadas previamente, foi inserido nas telas da operação um link que permite o cadastro de novos pronto-atendimentos.


A caixa de busca exibida no início das operações "Remarcar Consulta" (SIGRH -> Módulos -> Assistência ao Servidor -> Consultas de Saúde -> Agendamento de Consulta de Saúde -> Remarcar Consulta) e "Cancelar Consulta" (SIGRH -> Módulos -> Assistência ao Servidor -> Consultas de Saúde -> Agendamento de Consulta de Saúde -> Cancelar Consulta) também foram modificadas e receberam novos campos, permitindo que o usuário utilize outros dados além do nome do paciente para localizar no sistema a consulta desejada. Para completar os ajustes realizados, ambas as operações receberam um novo ícone na lista de resultados da busca, ícone este que permite a visualização dos dados do paciente para o qual a consulta foi marcada.


Ao optar por visualizar os dados do paciente, o sistema os apresenta na tela a seguir, que também permite a atualização do número de telefone para contato:


Módulo Banco de Vagas

No módulo "Banco de Vagas", apenas uma funcionalidade foi modificada nesta nova versão do SIGRH. As opções de deferir e indeferir solicitações de remoção de servidores, encontradas na operação "Listar Candidatos à Remoção" (SIGRH -> Módulos -> Banco de Vagas -> Remoção -> Candidatos -> Listar Candidatos à Remoção) receberam três novos campos: "Unidade de Destino Deferida", "Parecer" e "Arquivo".


Além disso, ao prosseguir com o deferimento ou indeferimento da solicitação selecionada, o sistema agora direciona o usuário para uma nova tela, a partir da qual é possível solicitar a publicação, no boletim de serviços da Instituição, de uma portaria informando sobre a autorização ou o veto da remoção do servidor.


sexta-feira, 1 de julho de 2016

Versão 3.23.0 do SIGAA traz novidades e aprimoramentos para o sistema

Texto: Deborah Guerra

Disponibilizada pela SINFO no fim do mês de maio, a versão 3.23.0 trouxe novos aprimoramentos para o Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas - SIGAA. Dentre os módulos do Sistema, os que mais sofreram modificações foram os módulos de Graduação, Central de Estágios, Pesquisa, Biblioteca e Stricto Sensu.

Confira, abaixo, um resumo das alterações disponibilizadas pela nova versão:

Módulo de Graduação

Para iniciar, foram criadas funcionalidades que permitem que docentes vinculados a uma turma e chefes de unidade sejam notificados quando não houver plano de ensino cadastrado para a turma em questão e/ou quando a turma ultrapassar um determinado percentual de sua carga horária total sem que tenha sido registradas notas e frequências dos discentes que a compõem.

As operações de retificação de aproveitamento e consolidação de turma (acessada por meio do caminho: SIGAA → Módulos → Graduação → Alunos → Notas/Retificações → Retificar Aproveitamento e Consolidação de Turma) e de consolidação individual de discente (caminho: Consolidação Individual Caminho: SIGAA → Módulos → Graduação → Alunos → Notas/Retificações → Consolidação Individual) agora permitem que o usuário altere também a nota mínima e a situação da turma.




A declaração emitida pelo discente para comprovar seu vínculo com a Instituição (acessada pelo caminho: SIGAA → Portal do Discente → Ensino → Emitir Declaração de Vínculo) também sofreu modificações. O campo "CGC" foi substituído pelo campo "CNPJ", no cabeçalho do documento.



Módulo de Pesquisa

A operação "Relatórios Finais", antes existente no módulo de Pesquisa, teve seu nome alterado para "Consultar/Validar Relatórios Anuais". Além disso, passou por alterações em sua localização no módulo, sendo agora encontrada na aba "IC" (caminho: SIGAA → Módulos → Pesquisa → IC → Relatórios de Iniciação Científica → Consultar/Validar Relatórios Anuais), e sofreu ajustes que permitiram seu melhor funcionamento e adequação à rotina da Instituição. Uma das modificações realizadas foi a alteração da tela inicial da operação, que recebeu novos campos para permitir a realização de buscas mais específicas.



Ainda no módulo de Pesquisa, foi criada uma funcionalidade que permite a validação de projetos externos submetidos por docentes da Instituição. O novo caso de uso, que pode ser encontrado no caminho SIGAA → Módulos → Pesquisa → Comissão de Pesquisa → Validações → Validar Projetos Externos, representa uma importante modificação no processo de cadastro de novos projetos externos, já que eles deixam de ter, automaticamente, o status "Em Execução", e passam a ser avaliados por um membro da comissão de pesquisa ou pelo gestor de pesquisa, que irá autorizar que sejam executados.

Por fim, o cadastro de consultores foi modificado de forma a permitir que eles possam realizar posteriormente pareceres relacionados aos planos e projetos realizados na Instituição. Para consultores externos cadastrados como especiais, passou a ser permitido avaliar planos de trabalho, sejam eles de sua área específica ou de todas as áreas de atuação.

Módulo Stricto Sensu

O módulo Stricto Sensu do SIGAA agora permite o cadastro de notícias no portal público em outros idiomas. Além de ser permitido seu cadastro, as notícias também serão exibidas no portal de acordo com o idioma selecionado para visualização.

Em adição ao ajuste listado acima, o sistema também foi modificado de forma a permitir a inserção de título, resumo e palavras-chave de trabalhos de pós-graduação Stricto Sensu nas notícias de divulgação de suas bancas (caminho SIGAA → Módulos → Portal Coord. Stricto Sensu → Aluno → Conclusão → Cadastrar Bancas → Banca de Qualificação), conforme exibido na imagem abaixo.


Módulo Biblioteca

O módulo de Biblioteca do SIGAA sofreu pequenas, porém significativas, modificações. Foram feitos ajustes na aba "Doação e Intercâmbio" do módulo de forma a permitir que o texto de agradecimento enviado automaticamente pelo sistema pudesse ficar mais claro e, assim, se ajustar melhor à rotina da Instituição. Além disso, a funcionalidade de cadastro de textos predefinidos para serem enviados pelo sistema (que pode ser acessada pelo caminho: SIGAA → Módulos → Biblioteca → Doação e Interc. → Cadastros → Textos Predefinidos) recebeu novos campos que permitem informar se o texto deve ser enviado em caso de DOAÇÃO ou INTERCÂMBIO de materiais, como exibido na imagem a seguir.




O Relatório de Doação e Intercâmbio, localizado na aba "Relatórios" (caminho: SIGAA → Módulos → Biblioteca → Relatórios → Doação e Intercâmbio → Doação e Intercâmbio), também foi aprimorado para trazer mais informações de forma mais organizada, facilitando, assim, seu uso pelos usuários do Sistema.

Módulo Central de Estágios

No que diz respeito às modificações realizadas no módulo Central de Estágio, é possível destacar ajustes pontuais que tiveram como objetivo facilitar o cadastro e a alteração das informações de estágios, além da inserção da possibilidade de cadastrar, a partir de agora, mais de um supervisor para um único estágio. É importante ressaltar que os nomes de todos os supervisores incluídos passam a ser impressos no termo de compromisso do estágio, para a tomada de assinaturas.

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Nota Oficial Sobre Modificações no Módulo de Almoxarifado do SIPAC

Prezados parceiros,

Conforme comunicações anteriores (http://www.portalcooperacao.info.ufrn.br/noticia.php?id=18400893#.V0LyAkxriM8), vínhamos trabalhando em modificações significativas no módulo de Almoxarifado do Sistema Integrado de Patrimônio, Administração e Contratos - SIPAC para torná-lo mais confiável e aderente às necessidades das instituições parceiras.

Planejamos disponibilizar uma nova versão do módulo, já com as modificações realizadas, no dia 30/04/2016. No entanto, durante o processo de validação - que foi feito com grande rigor e, inclusive, envolveu profissionais das áreas fins -, nós identificamos uma situação muito particular que tinha um potencial de gerar inconsistências nos dados.

Diante do novo fato, tomamos a decisão de não lançar a atualização na data acordada e trabalhar na resolução do problema. Além disso, julgamos por bem implantar a mudança, nesse primeiro momento, somente na UFRN, para que pudéssemos acompanhar de perto a consistência da solução e, assim, minimizar a possibilidade das instituições terem retrabalho.

Dessa forma, informamos que o novo prazo para disponibilização da versão no repositório de referência é 29 de julho.

Agradecemos desde já pela confiança e compreensão e colocamo-nos à disposição para o esclarecimento de quaisquer possíveis dúvidas.

quarta-feira, 25 de maio de 2016

SINFO recebe equipe da UFPE em visita negocial

Texto: Deborah Guerra


Nos últimos dias 2 e 3, a Superintendência de Informática recebeu, em uma visita negocial, o professor Ernani Carvalho, Pró-Reitor para Assuntos de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, e os colaboradores Renato Mendes e Marlos Ribeiro, Diretor de Sistemas de Informação e Coordenador de Projetos da Instituição, respectivamente.

Durante a visita, a UFPE, que já está em processo de implantação do SIPAC, manifestou o interesse de adotar também o SIGAA em substituição ao sistema de gestão acadêmica atualmente utilizado. Para isso, foi iniciado um estudo de viabilidade da implementação do sistema, além do acompanhamento de casos de sucesso de outras instituições parceiras da UFRN.

Para o Diretor de Sistemas Renato Mendes, a ideia de implantar o SIGAA na UFPE surgiu como uma forma de atender as demandas da Universidade. "A nossa área de negócio tem gostado dos relatos positivos de outras universidades sobre o SIGAA e tem cobrado uma evolução semelhante no nosso sistema. No entanto, nosso sistema não tem o número de funcionalidades que o SIGAA tem e, de certa forma, está numa situação que precisa evoluir. Entre evoluir e fazer novas funcionalidades, nós não teríamos condições de atender. Então a ideia é mudar", afirma.

Sobre a visita e a estrutura e atendimento encontrados na SINFO, ambos os colaboradores foram enfáticos ao ressaltar o bom trabalho realizado pela equipe da Superintendência. "Toda a estrutura, a organização da SINFO é exemplar. Superou nossas expectativas - a gente já sabia de muita coisa, mas muito do que pontuávamos como faltas no projeto na época que firmamos a Cooperação já estão sendo ou já foram resolvidas", complementa Mendes.

terça-feira, 17 de maio de 2016

Vulnerabilidade no Portal Público do SIGAA é detectada e corrigida

Texto: Deborah Guerra

Na última semana, a Superintendência de Informática recebeu da Universidade Federal do Sergipe - UFS notificação referente a uma vulnerabilidade encontrada pela Instituição em uma das funcionalidades do Portal Público do SIGAA. Em análises realizadas após a notificação, colaboradores da SINFO concluíram que a vulnerabilidade, que permite a exploração de ataques do tipo "SQL Injection", pode ser facilmente corrigida com o uso adequado das APIs e/ou frameworks utilizados na camada de acesso aos dados da arquitetura dos sistemas SIG/UFRN.

Como sugestão para corrigir a vulnerabilidade em questão, a UFS desenvolveu um "patch", ou uma solução destinada a reparar a insegurança, que foi enviada para a SINFO e posteriormente repassada por e-mail para os gestores das instituições que utilizam os sistemas, em um arquivo denominado "changeset_r100034.diff". O código informado no arquivo deve ser utilizado o mais breve possível para substituir o código atual.

Em adição ao uso do patch desenvolvido pela UFS e levando em conta o tamanho dos sistemas SIG/UFRN, além da presença da vulnerabilidade, a Superintendência optou por disponibilizar um artefato ("jar" java) que, em conjunto com configurações realizadas, efetuará uma filtragem de todas as requisições feitas ao sistemas, evitando, assim, que conteúdos suspeitos possam ser tratados como legítimos. As configurações indicadas, que são aplicáveis tanto ao JBoss 5.1.0 quanto ao JBoss 4.2.2, podem ser encontradas em detalhes no link: https://www.info.ufrn.br/wikisistemas/doku.php?id=cooperacao:sqlfilter. Para utilizar o artefato, não é necessário realizar a atualização de versão dos sistemas.

Levando em conta a criticidade do fato e as possíveis consequências, a Diretoria da SINFO recomenda que os procedimentos para contenção da vulnerabilidade e para filtragem das requisições sejam realizados em caráter de urgência - caso não seja possível pôr ambos em prática, a indicação é priorizar a aplicação do patch. Em breve serão disponibilizadas novas versões dos sistemas e do artefato ("jar" java) com os aprimoramentos e serviços para prevenir casos semelhantes.

quinta-feira, 5 de maio de 2016

SINFO abre processo seletivo para contratação de novos colaboradores

Texto: Deborah Guerra

Na última terça-feira, 03 de maio, a Fundação Norte-Rio-Grandense de Pesquisa e Cultura - FUNPEC publicou edital para contratação de novos colaboradores para compor o quadro de pessoal da Superintendência de Informática. O edital conta com vagas para programadores nas áreas de design, requisitos, desenvolvimento de sistemas web, desenvolvimento mobile e redes e para técnico em audiovisual. Além do preenchimento das vagas divulgadas, será formado cadastro de reserva com candidatos classificados, que poderão ser convocados durante todo o período de validade do processo seletivo.

A seleção dos novos colaboradores será realizada em três etapas: análise de currículo, prova prática e entrevista técnica. As inscrições deverão ser feitas até o dia 10 de maio, via e-mail, seguindo as orientações disponibilizadas no edital. Para visualizar o documento na íntegra e obter mais informações, acesse: http://www.funpec.br/new/?p=5214:.

quarta-feira, 4 de maio de 2016

SINFO lança novo Portal da Cooperação

 Texto: Deborah Guerra


A Superintendência de Informática da UFRN lançou no último dia 29 de abril, o novo Portal da Cooperação da Instituição. A ferramenta permite que as instituições parceiras encontrem em um único lugar as principais informações para apoio ao processo de implantação dos sistemas SIG/UFRN, possibilitando a interação entre elas para facilitar o processo de adaptação aos novos procedimentos. No novo Portal da Cooperação, que pode ser acessado pelo link www.portalcooperacao.info.ufrn.br, estão disponíveis, entre outros dados importantes, fluxos de atendimentos e notícias referentes aos sistemas.

Dentre as principais funcionalidades encontradas no Portal, é possível destacar o Oráculo, um ambiente em formato de fórum que funcionará de maneira colaborativa. Criado para substituir o Skype, ferramenta antes utilizada no atendimento e apoio às dúvidas de parceiros, o Oráculo pode ser acessado por todas as instituições que possuem termo de cooperação ativo com a UFRN e permite a troca diária de experiências relacionadas aos sistemas. 

Segundo Clarissa Lorena, gerente de projeto da SINFO, o objetivo das novas ferramentas é envolver ao máximo os usuários dos sistemas e apresentar respostas rápidas e eficazes às demandas que surgirem. "A expectativa é que as ferramentas possam facilitar e potencializar a rotina de trabalho e a comunicação dos parceiros UFRN, redes IFES e CICLO, sendo o envolvimento de todos primordial para a efetiva execução da estratégia organizacional de tornar os processos de trabalhos mais eficientes e eficazes", afirma.

Para apresentar oficialmente as novas ferramentas, a Superintendência de Informática desenvolveu dois vídeos de exposição das principais operações encontradas. Para visualizá-los, acesse:

- Vídeo de apresentação do novo Portal da Cooperação: https://youtu.be/8OJDicvyG7M
- Vídeo de apresentação da ferramenta Oráculo: https://youtu.be/yHfw-3WptOs

terça-feira, 12 de abril de 2016

SIGAA é homenageado em evento nacional voltado para ideias inovadoras

 Texto: Deborah Guerra

No último dia 07, o Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas - SIGAA da UFRN recebeu homenagem nacional na primeira edição de 2016 do evento SHOWTech, realizado pela empresa Showtech Participações e Eventos. O sistema, que foi criado em meados de 2005 e é atualmente utilizado por mais de 40 instituições parceiras em todo o Brasil, foi homenageado por seu caráter inovador e por possuir grande relevância para a comunidade, facilitando a rotina de alunos e professores.

A cerimônia, que também homenageou o Núcleo de Processamento de Alto Desempenho - NPAD, que abriga o Supercomputador do Instituto Metrópole Digital - IMD-UFRN, contou com as presenças do vice-reitor da UFRN, professor Daniel Diniz; do diretor do IMD, professor Ivonildo Rêgo; do superintendente de Comunicação, professor José Zilmar Alves da Costa; e do gerente de incubadoras da Inova Metrópole, professor Anderson Cruz; além de gestores de empresas da área de tecnologia, como Intel, Dell e Autodesk.

SHOWTech

A Showtech Participações e Eventos tem como objetivo principal a promoção do relacionamento entre órgãos governamentais das regiões Norte e Nordeste e empresas de tecnologia de todo o mundo, além da capacitação de alunos e profissionais da área. Visando homenagear ideias inovadoras de cada região, a empresa criou o SHOWTech, evento exclusivo que premia projetos com relevância social e redução de custos criados e executados por gestores públicos.

O SHOWTech realizado em Natal foi o primeiro de dez eventos que devem acontecer nas capitais do Norte e Nordeste ao longo do ano.

segunda-feira, 28 de março de 2016

SINFO recebe equipe da UNIVASF para Semana de Imersão

Texto: Deborah Guerra

No período de 07 a 11 de março, a SINFO recebeu a equipe da Universidade Federal do Vale do São Francisco - UNIVASF para uma semana de imersão e aprendizado sobre os sistemas SIG. Durante os treinamentos, dos quais participaram profissionais de Infraestrutura em Tecnologia da Informação e de Sistemas de Informação, os servidores visitantes puderam tirar dúvidas acerca dos sistemas e realizaram, em conjunto com os colaboradores da SINFO, as configurações necessárias para dar início ao processo de implantação dos sistemas.

Segundo o Diretor do Departamento de Sistemas de Informação da UNIVASF, Antônio Fredson de Sá Novaes, por ser uma Instituição relativamente nova - tendo sido fundada há apenas 13 anos -, a UNIVASF ainda não possuía um sistema acadêmico local e vinha utilizando temporariamente o sistema da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE. A implantação e uso de todos os módulos dos sistemas SIPAC, SIGRH, SIGAA e SIGAdmin surgiu como uma opção para sanar o problema da necessidade de um sistema definitivo que permitisse automatizar os processos da Instituição.

Ainda de acordo com Novaes, nessa primeira etapa do processo de implantação, os servidores da UNIVASF já se depararam com dúvidas relacionadas aos sistemas, que conseguiram sanar com o auxílio dos colaboradores da SINFO. No entanto, apesar de acreditar que muitas outras questões devem surgir com o início do uso das funcionalidades, o Diretor acredita que a semana de imersão foi importante para que a implantação do sistema pudesse ser efetivamente iniciada na Instituição.

"A semana de imersão permite que a gente realize os primeiros passos da implantação dos sistemas de forma mais ágil. Se a gente fosse fazer tudo à distância, [o processo] ia demorar muito mais tempo. Estando aqui, o aprendizado é mais rápido. É uma experiência que está sendo positiva", afirma Antônio.

terça-feira, 22 de março de 2016

SINFO disponibiliza versão 4.22.0 do SIPAC

Texto: Deborah Guerra

No último dia 17 de março, a SINFO disponibilizou para as instituições parceiras a versão 4.22.0 do Sistema Integrado de Patrimônio, Administração e Contratos - SIPAC. Diversos módulos do sistema agora contam com novidades e aprimoramentos que visam facilitar o uso das funcionalidades e o cumprimento da rotina dos usuários em suas instituições de origem.

Confira, abaixo, um resumo das alterações disponibilizadas nessa atualização:

Módulo de Requisições:

A coluna "RIP do Imóvel" foi inserida no cadastro de requisições relacionadas a imóveis. A informação, que consiste do número do imóvel no Registro Imobiliário Patrimonial, permite sua melhor identificação e acompanhamento por parte da Superintendência de Infraestrutura da instituição.


Módulo de Infraestrutura:

O cadastro e a alteração de uma obra no sistema agora permitem a inserção de mais de uma requisição do serviço. A modificação se tornou necessária pois existem situações nas quais uma única licitação contempla mais de uma requisição. Além disso, um novo campo foi criado para a inserção do valor contratado para cada requisição informada.


Além disso, a partir dessa nova versão, as funcionalidades ligadas a obras passarão a utilizar os dados de empenhos derivados do contrato de obra, e não os empenhos da obra em si. Isso porque, no sistema, o empenho deixará de ser associado à obra e passará a ser associado ao seu contrato. Assim sendo, todas as informações de empenho de uma obra serão derivadas do contrato.

Nas funcionalidades referentes ao cadastro e atualização de cronograma de obras, a atualização tornou possível a inserção de mais de um cronograma por obra, requisição e empenho. Assim, os cronogramas estarão sempre atualizados, permitindo que os usuários acompanhem de perto o andamento das obras.


Por fim, na operação de adicionar pagamento à uma obra específica, ao optar por inserir o pagamento a um cronograma normal, o sistema solicitará que seja informado o cronograma ao qual o pagamento se refere, conforme exibido na imagem a seguir.


Módulo de Contratos

Dentre os ajustes realizados no módulo de Contratos do SIPAC, é possível destacar que ao optar por visualizar os detalhes de um determinado contrato de obras, o sistema passará a exibir as informações da requisição da obra e do registro de imóveis.


Módulo de Patrimônio Imóvel

Um novo relatório foi criado para o módulo de Patrimônio Imóvel. O "Relatório de Gastos com Imóveis", que permite visualizar os gastos que foram realizados com as obras de um determinado imóvel da Instituição, é gerado no formato abaixo:


terça-feira, 8 de março de 2016

SINFO lança aplicativo SIGAA Mobile para sistema operacional iOS

Texto: Deborah Guerra

 

A Superintendência de Informática da UFRN lançou ontem, 07 de março, na App Store, loja virtual de aplicativos da Apple, a versão do SIGAA Mobile para smartphones que utilizam o sistema operacional iOS. O aplicativo, que permite o acesso dos discentes da UFRN às principais informações de suas turmas, possui layout diferente da versão para Android e funciona em dispositivos com versão 9.0 ou superior do sistema operacional da Apple.

Dentre as principais funções disponibilizadas pelo SIGAA Mobile para iOS, é possível destacar o acesso online e offline às informações da turma, o download de documentos, a visualização de todas as notas do semestre atual em uma só tela e a consulta aos horários de aula.

O aplicativo permite, também, o acesso online às principais informações do discente relacionadas ao restaurante universitário da UFRN, tornando possível a consulta de saldo do cartão do RU, a visualização do histórico de uso do cartão e a verificação do status do auxílio-alimentação.

"O lançamento do SIGAA Mobile para a plataforma iOS vem para atender a crescente demanda da comunidade acadêmica. Esse aplicativo já traz a nova identidade visual da SINFO, que teve a preocupação de fornecer para os usuários uma melhor acessibilidade, usabilidade e visualização dos dados das suas turmas de forma rápida, mesmo sem o acesso a internet", afirma Jean Guedes, líder da equipe de Desenvolvimento Mobile da SINFO.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Prorrogação do prazo de vigência do NUP (Portaria Interministerial nº 2.321, de 30 de dezembro de 2014)


O Arquivo Nacional, do Ministério da Justiça, e a Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão comunicam que está em curso o processo administrativo n° 04300.205649/2015-86 com o objetivo de alterar para 1° de janeiro de 2018 a da data de início da vigência da Portaria Interministerial nº 2.321, de 30 de dezembro de 2014, que define procedimentos relativos à utilização do Número Único de Protocolo (NUP) no âmbito dos órgãos e entidades da Administração Pública Federal.

A efetivação das inovações previstas na norma envolve custos de adaptação dos diversos sistemas utilizados pela administração pública, o que vai de encontro às atuais limitações orçamentárias sobre as possibilidades de gasto público impostas pelo cenário econômico do país.

Dessa forma, a prorrogação visa possibilitar que órgãos e entidades disponham de um prazo maior para o replanejamento das ações necessárias ao atendimento do normativo.

Cumpre esclarecer que somente quando a referida norma entrar em vigor poderá ocorrer a formação de NUPs no formato previsto no art. 5° da Portaria Interministerial, sob pena de grave prejuízo da integração e interoperabilidade entre os sistemas informatizados, em especial os sistemas estruturantes, e consequentemente do princípio da continuidade dos serviços públicos.

Para acompanhar o andamento do processo, solicitamos utilizar o Sistema Protocolo Integrado, por meio do endereço https://protocolointegrado.gov.br/Protocolo/documento/detalhes_documento.jsf?protocolo=04300205649201586

Em caso de dúvidas, sugestões ou solicitações, preencha o formulário de atendimento disponível em http://formsus.datasus.gov.br/site/formulario.php?id_aplicacao=18943

Fonte: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

SINFO disponibiliza funcionalidades de Ponto Eletrônico no SIGRH

Texto: Deborah Guerra

Criada em 2011 pela Superintendência de Informática da Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN - e utilizada pela Instituição desde 2012, a seção de Ponto Eletrônico, do módulo de Frequência do Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos - SIGRH, conta com diversas funcionalidades que auxiliam as Instituições usuárias na realização do controle de horas de seus servidores. Dentre as inúmeras possibilidades, é possível destacar o próprio registro das frequências, o cadastro de ausências e o registro de ocorrências para justificar possíveis incompletudes na carga horária de um servidor.

Desenvolvido integralmente pela SINFO-UFRN, a seção resultou de uma demanda apresentada por um conjunto de instituições cooperadas lideradas pela Controladoria Geral da União - CGU. Atualmente, as funcionalidades são utilizadas por diversos outros órgãos, como a própria CGU, a Universidade Federal de Roraima - UFRR, a Universidade Federal da Paraíba - UFPB - e a Universidade Federal Rural do Semi-Árido - UFERSA.

A seção de Ponto Eletrônico do SIGRH é de grande utilidade para os gestores de instituições públicas, pois permite o controle mais eficaz das entradas e saídas dos trabalhadores evitando, assim, irregularidades, além de coibir possíveis fraudes. O sistema ainda possibilita uma maior segurança aos servidores, permitindo o registro e consulta de situações como escalas de trabalho e flexibilização de cargas horárias.