SIGAA de Cara Nova

Por: Iury Araujo

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte, através da Superintendência de Informática, lança o SIGAA Beta. A novidade visa a melhoria da interface dos sistemas da UFRN (SIGAA, SIPAC, SIGRH). Nesse primeiro momento será disponibilizado somente para o SIGAA. Além de um novo visual, o conjunto de aplicações traz melhorias no desempenho dos sistemas.
A princípio, todos os ícones de “Módulos” e “Portais” foram refeitos, além do Portal do Discente, que ganha ênfase nessa etapa do projeto. Neles destacam-se o estilo mais claro e objetivo das informações, além do conceito de usabilidade aplicado às funcionalidades, repensadas tornando-se mais intuitivas e completas. Segundo Franklin Colle, analista de requisitos da SINFO/UFRN e designer do projeto, os benefícios que a novidade trás para os usuários são muitos, mas ele ressalta: “personalização; fazer com que o sistema lembre o usuário de suas atribuições ao invés de o usuário ter que entrar e procurar por compromissos; interface mais leve para carregar; sistema de busca eficiente”. A customização de cores do perfil do usuário é uma das novidades do sistema, destaque também para os recursos de acessibilidade que foram melhorados.
Os analistas de sistemas da UFRN e colaboradores do projeto SIGAA beta, Jean Guerethes e Thiago Marques, enfatizaram que esse primeiro contato dos usuários com a nova interface será fundamental dentro de uma perspectiva de design participativo que visa contribuir com as melhorias dos sistemas através das experiências dos seus usuários, no caso, a comunidade acadêmica. Ressaltaram ainda suas expectativas com a vinculação da nova interface para os usuários: “Esperamos um alto índice de aceitação, uma vez que esse é um desejo antigo dos usuários e todas nossas escolhas foram pensadas em oferecer o melhor para eles”.
O SIGAA beta será lançado ao público discente da UFRN nos próximos dias. Na ocasião, grupos de alunos receberão convite para experimentarem e responderão a um questionário de avaliação. Feito essa primeira parte, a nova versão será disponibilizada gradativamente aos demais discentes.

Superintendência de Informática apresenta o “Módulo Integrado”

Por: Iury Araujo

   A SINFO/UFRN (Superintendência de Informática da Universidade Federal do Rio Grande do Norte) apresentou na manhã do dia 18/11/2014 o módulo Integrado, a apresentação foi feita na Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ). Na ocasião foi explanada a concepção do módulo que tem suas funcionalidades ligadas aos níveis de ensino Técnico e Médio de forma unificada.


  Além da realidade da EAJ, houve uma importante contribuição do IFC (Instituto Federal Catarinense), que ajudou a enxergar outros cenários vivenciados por outras instituições, em especial, os Institutos Federais. O módulo foi criado para atender ao máximo as regras que circundam a modalidade de ensino envolvida, sua dinamicidade possibilita que outras cooperadas com a SINFO/UFRN também possam utilizá-lo. Na apresentação foram destacados os benefícios do Módulo:

  • Matrícula Online;
  • Presença da figura do Diretor de Ensino, além dos coordenadores de curso;
  • Regras de consolidação de turmas bem flexíveis.


Equipe SINFO e EAJ reunidas na Apresentção do Módulo Integrado
  Dentro dos benefícios do módulo Integrado vale ressaltar a vinculação do “Portal Familiar”, nele os pais poderão acompanhar a trajetória escolar do aluno que for menor de idade. A previsão é que em 2015 o módulo esteja em pleno funcionamento, disse a equipe da SINFO na apresentação que contou com a presença de Lígia Pereira, Coordenadora de Curso Integrado Adjunta; Romoaldo Torres, Secretário da EAJ; Muniz Jales, Coordenador de Curso Integrado.

As atualizações e melhorias do sistema SIG/UFRN




Mesa redonda apresenta as mudanças nos sistemas da UFRN

Por Caio Rodrigues

     Teve início na manhã dessa sexta-feira (31), o último dia do 3° workshop SINFO-UFRN. Para começar, os coordenadores técnicos dos sistemas SIG (UFRN), realizaram uma mesa redonda com o tema: "Atualizações do sistema SIG-UFRN", onde foram apresentadas as mudanças que irão ocorrer nos sistemas da universidade.

     O intuito principal dessas atualizações, é o de trazer melhorias principalmente para o usuário final, no caso, os docentes, discentes e servidores, e essa necessidade foi surgindo de acordo com o crescimento da comunidade acadêmica. Nesse debate, foi apresentado o desenvolvimento desses sistemas desde que foi implantado e o que irá mudar a partir do próximo ano. O primeiro que receberá essa atualização será o SIGAA, já no 1° semestre do ano que vem. 

Sinfo promove minicurso sobre a arquitetura dos sistemas da UFRN

      

Evento destaca a importância dos tipos transmissão de dados entre os sistemas de dados

Por Maria Aparecida Borges

          A Superintendência de Informática (Sinfo) promoveu na manhã desta quinta (30) no Hotel Imira Plaza, o minicurso “Camada de domínio e negócios”  do II Workshop SINFO, que tem o objetivo de apresentar as diversas configurações utilizadas nos sistemas de dados e informações  da UFRN.
       Johnny Marçal, analista da SINFO, explica que a arquitetura do banco de dados da UFRN, , permite que haja uma interação entre os demais sistemas. “Utilizamos o banco de dados 9.3.2, ele permite que vários bancos de dados sejam acessados dentro da mesma transação”, disse. O palestrante destaca que os sistemas utilizados pela universidade são o Java 6, Hibernate 3.2.5 e o richfaces.
         Segundo o palestrante, o SIGAA possui 2.000 acessos simultâneos enquanto o SIPAC apenas 200. Um dos desafios da SINFO é conseguir todas as informações durante o acesso do individuo. ”Se você vai fazer migração de dados é necessário que todas as informações estejam sincronizadas”, destaca Jhonny.
          Outro sistema de transferência de dados apresentado no minicurso foi o Hibernate que permite a identificação do individuo através de um nome ou recurso, como por exemplo, o CPF. “Facilita a utilização de banco de dados quando as historias são relacionadas a objetos”, explica o analista da SINFO.

Acompanhe a cobertura do III Workshop SINFO pelo site www.fotec.ufrn.br ou pena nossa página facebook.com/AgenciaFotec .

SINFO promove oficinas sobre sistemas usados na UFRN



Participantes aproveitam o momento para trocar experiências 
Por Caio Rodrigues

Na manhã desta quinta-feira (30), se deu início a primeira parte das oficinas no III workshop SINFO-UFRN. O tema abordado são os sistemas usados na universidade (SIGAA, SIGRH, SIPAC), onde os analistas da SINFO apresentam as suas funções e fazem um intercâmbio com membros de outras instituições.

         As oficinas contam com participantes de outros estados, que aproveitam o momento para relatar suas experiências, e adquirir conhecimentos para implantação, ou aperfeiçoamento desses sistemas em seus locais de trabalho. O objetivo principal é a troca de informações, e mostrar como esses sistemas foram sendo desenvolvidos, e o que está sendo estudado para melhorá-los. As oficinas terão continuidade durante a tarde. 

A importância da estrutura de Data Center

Por: Hiago Maciel

Foto: Will Medeiros - Agência Fotec 

Na tarde dessa quarta feira (29), dentro da programação do III Workshop da SINFO-UFRN, no Hotel Imira Plaza, ocorreu uma palestra sobre infra estrutura de Data Center. Durante a palestra, o ministrante Julio Cesar Lima ressaltou a importância da estrutura para todas as instituições, falou sobre alguns problemas em relação ao seu uso e apresentou o projeto do novo centro de dados. 
O Data Center e o ponto central de todo conhecimento e informação da instituiçao. “Hoje todos os sistemas de gestao rodam dentro do Data Center.”, afirma Julio. Mas afinal, o que  e o Data Center? Consiste numa estrutura de 12 servidores que abrigam 355 maquinas virtuais, nessas maquinas todos os dados armazenados tem ligação com os sistemas de gestao da UFRN. A virtualização das maquinas  não ocupa muito espaço e  economiza a aquisição de novos hardwares.
Uma nova estrutura esta sendo montada no Campus para atender ao crescimento da demanda. Segundo Julio, o Data Center secundário vai funcionar como um sistema de replicação dos dados, para que os dados principais não se percam mesmo em casos de falta de energia, por exemplo.  

A excelência do SIGRH foi um dos pontos Altos no segundo dia do III workshop SINFO-UFRN.

Por: Natália Guimarães


Na tarde do segundo dia do III Workshop SINFO-UFRN, a Pró-Reitora de Gestão de Pessoas, Mirian Dantas, ministrou palestra sobre o SIGRH (Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos).

A Pró-reitora explanou sobre os resultados alcançados com a implantação do sistema, como a uniformização e qualidade de processos e o acesso de forma simples e segura. Ela ressaltou a importância de todo o sistema para a UFRN: “o SIG é necessário e faz parte da vida de todos nós, se o sistema fosse retirado a universidade entraria em colapso”, disse.

Entre as melhorias que o sistema teve e
m 2014, estão a tradução dos editais para libras e a implantação do SIGRH mobile, que será concluída neste mês. Além disso, Mirian Dantas falou sobre as perspectivas e desafios para o futuro, que inclui analises, melhorias, e o estabelecimento e implantação de novos modelos de processos. “Temos o desafio de manter o padrão de excelência, e tornar o sistema cada vez mais seguro”, falou.

Mirian finalizou dizendo que há uma grande dificuldade em implantar um sistema de gestão, principalmente de pessoal, pela demora dos resultados. Na UFRN o sistema começou a ser desenvolvido na universidade, e acabou assim vencendo as dificuldades da implantação. Ela defendeu o SIGRH como um modelo que mesmo não sendo perfeito, atende as necessidades dos servidores.
Pró-Reitora de Gestão de Pessoas da UFRN, Mirian Dantas
Foto: Júlia Moura

O SIGAA e sua nova roupagem

Sistema sofrera alterações para facilitar a vida dos usuários



Por: Caio Rodrigues

      No terceiro dia do Workshop SINFO-UFRN, a primeira palestra abordou o tema Melhorias na interface, usabilidade e acessibilidade dos sistemas, ministrada pelo analista da SINFO, Franklin Colle. Foi mostrado aos participantes, a nova cara do sistema SIGAA, que e o principal portal da universidade, já que e utilizado pela maioria da comunidade acadêmica.

    
Foto: Pedro Rodrigues

         O principal objetivo dessa repaginada no sistema, e trazer melhorias principalmente para os discentes e docentes. A ideia e transformar o SIGAA em um ambiente mais atrativo e com elementos mais úteis  e de acesso mais simples para quem o utiliza. O sistema ira trazer mais facilidade, maior acessibilidade (que e prevista em lei), e uma maior interação entre ambos. A principio, algumas dessas mudanças já serão implementadas ate o primeiro semestre de 2015, e dois elementos chamam a atenção, o calendário que trará informações acadêmicas. Também será disponibilizada uma paleta de cores, onde o usuário poderá personalizar suas barras da pagina, de acordo com sua preferencia. As mudanças irão ocorrer aos poucos. A outra novidade e um aplicativo para celular chamado UFRN Notify, que recebe notificações sobre qualquer alteração no sistema, seja para notas, avaliações, editais, etc.

A integração de sistemas para redução de custos

  

  

Por: Caio Rodrigues


 Teve inicio na manha de hoje (28), o segundo dia do workshop SINFO-UFRN. Para começar, foi apresentada a palestra Integração do SIPAC com o SIC, ministrado pelo Pró-reitor de administração da UFRN, Joao Batista. Na sequencia o tema foi Perspectivas de governo sobre o modelo de gestão, com a participação de Fernando Siqueira Jr.(Secretario adjunto de logística e tecnologia da informação), e Eduardo Cesar Soares (Diretor de tecnologia da informação), ambos do Ministério do planejamento, orçamento e gestão.
João Batista Pró-reitor  de Administração da UFRN
Foto: Pedro Rodrigues






   Na primeira palestra, foi apresentada a implantação de um sistema de integração de custos, através do vetor detacusto na UFRN. A proposta e usar esse vetor para detalhamento dos objetos de custo que forem utilizados nos órgãos da universidade, através da origem do orçamento. Na segunda, foi exibida a necessidade de automação dos órgãos, através do SISP, que traz um grande potencial de automação, com redução de custos. Além disso, os palestrantes frisaram os papeis dos órgãos e comitês que gerem isso, e quais são as perspectivas do governo sobre esse modelo de gestão.  

Solenidade de abertura do III Workshop SINFO-UFRN

                                       

Por: Davi Revoredo (Agência Fotec)


    Nesta segunda (27) deu-se início a solenidade de abertura do III Workshop Sinfo-UFRN. A abertura contou com a participação do quarteto de saxofones da EMUFRN, O grupo fez questao de enfatizar que a escolha do repertorio  incluiu apenas músicas com importância histórica. Pixinguinha e Geraldo Azevedo foram algumas delas.



   Prof. Dr. Reitor da UNIFEI Dagoberto Alves de Almeida
Foto: Will Medeiros
    Participaram da composição da mesa o Pró-Reitor de planejamento da UFRN, Prof. Jorge Dantas de Melo, o Reitor da UNIFEI, Prof. Dagoberto Alves de Almeida e a Vice-Reitora da UFRN, Maria de Fátima Ximenes. Logo após, a Vice Reitora teve a palavra seguida do Pró-Reitor, o qual fez uma apresentação do evento enfatizando pontos importantes da discussão decorrente no evento desta semana, como o desejo de formar um padrão único de acesso aos sistemas informacionais do governo, facilitando ainda mais seu uso no dia-a-dia de trabalho. também criticou as terceirizações desnecessárias de funções intelectuais por parte do governo.
Vice- Reitora da UFRN Maria de Fátima Ximenes

A vice-reitora da UFRN ressaltou a importância do Workshop,“Este evento tem se tornado de grande importância para o  mercado brasileiro de sistema de gestão. Nesta terceira edição vamos ter  uma discussão, reflexão e aprofundamento acerca de questões que visam à melhoria das nossas ações por meio dos sistemas que desenvolvemos, e espero que nós continuemos ampliando o seu uso para todo o país”.

A palestra oficial de abertura foi ministrada por Fernando Siqueira, secretário adjunto da SLTI do Ministério do Planejamento. Nela foi abordada a modernização dos sistemas estruturantes do governo e da modernização de cada um deles, bem como a integração do SIG-UFRN com seus respectivos sistemas estruturantes.




Adeus, Página de Exceção de Segurança

Por: Iury Araujo

Os usuários dos sistemas da UFRN (SIGAA, SIPAC, SIGRH), quando tentam acessá-los via broswer, se deparam com uma página de segurança que exige assinatura de um certificado digital de segurança. Após a confirmação de que a página é segura, podem fazer seus procedimentos nos sistemas. Mas isso é coisa do passado. Agora, docentes, discentes, servidores e demais que utilizam os SIG-UFRN podem acessá-los sem esse persistente incômodo.

O Certificado Digital (C.D.)é necessário para que o usuário que acessa um determinado site, ou sistema, possa ter certeza de que ele não é falso e é especialmente importante em sites que lidam com informações pessoais e/ou sigilosas, como os de instituições financeiras, webmails, sites de compras, etc. A Superintendência de Informática acaba de fazer aquisição de um C.D. para fornecer mais segurança e confiabilidade no acesso ao seu conjunto de Sistemas Integrados de Gestão, possibilitando assim mais agilidade e segurança das informações para os seus usuários.

Além do C.D. que garante a confiabilidade, a atualização periódica de informações pessoais será exigida. A estratégia visa a manutenção dessas informações dos usuários, caso a UFRN sinta necessidade de contatá-lo. Também a mudança de senha será solicitada para evitar o acesso de terceiros em sua conta, caso utilize máquinas de uso coletivo.

Arte: Franklin Colle

SIGELEIÇÃO presente na Eleição de Reitor da UFRN

Com três anos no ar o SIGELEIÇÃO se firma como grande aliado nos processos de eleições dos centros e departamentos da UFRN. Agora o sistema se prepara para realizar seu maior passo dentro da instituição, a eleição de reitor da universidade. Desenvolvido pela equipe da Superintendência de Informática da UFRN (SINFO/UFRN) a equipe avalia, desde sua criação até os dias atuais, os avanços e veem a utilização do sistema na eleição de reitor como um reconhecimento da eficiência de sua execução por parte de seus usuários.


        Foram mais de trezentas (300) eleições realizadas desde sua criação em 2011, o SIGELEIÇÃO trouxe comodidade aos usuários dos sistemas e agilidade nos processos eleitorais da UFRN, dando assim, uma maior participação de servidores e discentes nos processos de eleições para direções de centro, departamentos e centros acadêmicos. A Federal do Rio grande do Norte, por meio da SINFO, ressalta a satisfação em o sistema ser uma das poucas iniciativas do gênero no país.

video


SIGRH Versão 4.12.0 - Portal Público e Portal do Servidor


Por: Aline Cristina

Esta semana, a Superintendência de Informática da UFRN publicou a versão 4.12.0 do Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos. Essa release traz novidades nos Portais Publico e do Servidor, além de outras melhorias.



Banco de Talentos para Terceirizados

No Portal Público do SIGRH foi disponibilizado Banco de Talentos para os profissionais terceirizados dos Hospitais Universitários da UFRN. Tal funcionalidade permite cadastrar e consultar os currículos desses colaboradores. O objetivo é auxilia-los a encontrar novas oportunidades.




Melhorias no Portal do Servidor

Os trabalhos publicados, podem ser adicionadas ao currículo do servidor através da aba capacitação em banco de talentos, para realizar o cadastro basta informar nome, título, tipo de publicação e local.

  
Atendendo a solicitação da Superintendência de Comunicação da UFRN, os formulário de requerimentos serão disponibilizados em dois formatos, DOC e PDF. Antes os formulários eram disponibilizados apenas em PDF. 
 


Retornar Solicitação de Auxílio

Com essa versão é possível retornar uma solicitações de auxílio que apresentar pendência. O retorno será utilizado para solicitar informações necessárias para aprovação do auxílio. Essa é uma operação intermediária, na qual o auxílio não foi aprovado e nem negado.
  


Natal, 01 de Agosto de 2013
Diretoria de Sistemas
Superintendência de Informática - UFRN

Alunos da UFERSA visitam a SINFO

por: João Victor Wandeley           

          Em visita à Superintendência de Informática da UFRN, alunos dos cursos de Sistema de Informação e de Computação e Informática da Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA, campus de Angicos,) tiveram um contato direto com os setores de desenvolvimento dos sistemas SIG-UFRN, que são referência na área. A viagem teve o intuito de dar aos alunos um retorno prático dos conceitos e teorias das salas de aula.
Na visita, os alunos passaram pelo setor de redes, onde aprenderam sobre a infraestrutura dos servidores e storages (local destinado ao armazenamento de dados). Também foi apresentado aos alunos o local onde são alojados os equipamentos de processamento e armazenamento de dados, os datacenters.
Na sala do SIGAA (Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas) foi explicado como o sistema é desenvolvido, a linguagem de programação e as ferramentas utilizadas.
Em Requisitos e Cooperação Técnica, o foco foi mostrar onde a parte negocial dos sistemas é desenvolvida, os aprimoramentos são requisitados, as versões são validadas, onde os parceiros externos esclarecem suas duvidas e onde é desenvolvida toda a metodologia de implantação de sistemas com os parceiros.
Finalizando o passeio, o suporte apresentou as formas utilizadas para atender os usuários da UFRN que são a abertura de chamado via sistema (para funcionários e técnicos, o Twitter (@sistemasdaufrn), o Facebook (facebook.com/SuperintendenciaDeInformatica ) e o e-mail (suporte@info.ufrn.br). Após a explanação, foi realizada uma apresentação contando a história do surgimento dos SIG-UFRN.

Em conversa com os professores Lucas Ambrósio e Araken de Medeiros, responsáveis pela visita à SINFO, foi dito que a intensão dessa aula diferenciada era por os alunos em contato com um trabalho relacionado à tecnologia de informação. Para Lucas, é importante dar aos alunos um retorno de um projeto que, em suas palavras, é sucesso absoluto no estado e no país: “É a visão prática do que é contemplado na academia. Mostrar a divisão, organização e as estratégias para obter resultados”. O professor Araken reitera o comentário do professor Lucas: “Uma visita como essa faz com que o aluno tenha uma visão de como as coisas funcionam na prática. Só a teoria dificulta a ideia de como funciona o mercado e como o profissional da área deverá atuar.”.

Tecnologia do Blogger.